Um novo e-mail chegou na nossa caixa de entrada. Mas não um e-mail rotineiro sobre rastreamento de entregas, preços, tamanhos, ou – o que mais enche as caixas de e-mail hoje em dia – parcerias com influencers. Era um e-mail sobre um achado arqueológico que faria as palmas das nossas mãos garimpeiras suarem, nossos corações brechozeiros baterem mais forte, nossa boca disseminadora da palavra do vintage berrar de alegria. Era um e-mail sobre 120 camisas originais de 1980!

2018-11-28-7680
2018-11-28-7682
2018-11-28-7752
2018-11-28-7750
Fotos clicadas para a nossa loja virtual. Modelos vestem as camisas originais de 1980 garimpadas no Bazar Paulista
Fotos clicadas para a nossa loja virtual. Modelos vestem as camisas originais de 1980 garimpadas no Bazar Paulista

Ariane Asso, a remetente da maravilhosa mensagem, nos escreveu para contar que encontrou no Bazar – há muito fechado – de um parente de seu marido, nada mais nada menos que 120 (c-e-n-t-o-e-v-i-n-t-e) camisas intocadas datadas de 1980. Como sabemos que elas são deste período? Teste de carbono? Não! É mais genial ainda: a Ariane encontrou 100 cruzeiros no bolso de uma das peças e ligou os pontos.

E não acaba por aí a notícia boa!

A Ari escreveu pra gente justamente porque escolheu o Garimpário para vender essas relíquias fashionistas. E é claro que a gente aceitou e hoje essas peças, que vieram diretamente de 1980, do Bazar dos parentes da Ariane, para deixar nossos closets mais estilosos – e nos dar um empurrãozinho para consumir com consciência -, estão disponíveis na nossa loja virtual (cooorre).

[wowmall_products_carousel visible=”3″ category=”bazar-paulista” orderby=”rand” hide_outofstock=”yes” css=”.vc_custom_1544885897524{margin-top: 40px !important;}”]

Ficamos tão empolgados com esse garimpo fabuloso, que pedimos pra Ariane nos contar a história do Bazar e das camisas tim tim por tim tim, afinal, descobrir a procedência dos garimpos nem sempre é fácil, mas quando alcançado tem um gostinho todo especial. É tipo a cereja do bolo para os brechozeiros, o que transforma os achados em achadões. Como era de se esperar, o que ela contou deixou as peças ainda mais interessantes e a gente compartilha aqui com vocês, óbvio. Espia:

A história das 120 camisas originais de 1980 e do Bazar Paulista, na cidadezinha de Centenário do Sul, Paraná

Na pequena cidade de Centenário do Sul, Paraná, o senhor João Alves da Silva Neto, bisavô do marido da Ariane, fundou em 1950 o Bazar Paulista, protagonista desta história.

Da direita pra esquerda, seu Acyr de Castro Alves, funcionária da loja e filha do seu Acyr, no balcão do Bazar São Paulo
Da direita pra esquerda, seu Acyr de Castro Alves, funcionária da loja e filha do seu Acyr, no balcão do Bazar São Paulo

Após o falecimento do seu João, o senhor Acyr de Castro Alves, vô do marido da Ariane, assumiu o empreendimento e fez algumas mudanças. Foi assim que o Bazar Paulista passou a vender de tudo um pouco: artigos de papelaria, presentes, calçados e roupas. Tipo de comércio bastante tradicional daqueles tempos.

O Sr. Acyr, junto com a Ariane, claro, é um dos grandes responsáveis pelas camisas chegarem até a gente. É que ele acreditava que estoque recheado era sinônimo de dinheiro e, por isso, mantinha o estoque do Bazar sempre abarrotado de peças. Só que o seu Acyr não contava que com a chegada dos anos 90, marcas gringas entrariam no mercado brasileiro e ficaria mais difícil escoar a mercadoria que armazenou no decorrer dos anos. Uma coisa levou a outra e, para azar do Sr. Acyr e sorte nossa, as camisas ficaram encalhadas.

Relíquias encontradas

Em 2001, o seu Acyr faleceu e deixou o bazar nas mãos do sogro da Ari, Sr. Domingos Roberto Fachini. Em 2014, nossa mensageira maravilhosa, Ariane, prestes a se graduar em Moda, decidiu basear seu trabalho de conclusão de curso nos aviamentos vintage que garimpou no Bazar Paulista. De cabeça na pesquisa, ela encontrou várias outras relíquias, entre elas as nossas 120 camisas da década de 80.

Há uns dois anos, o sogro da Ari faleceu e o Bazar foi passado para uma nova direção, que administrou o negócio por cerca de um ano. Depois disso, a loja fechou e, desde então, permanece fechada.

Foto clicada para a nossa loja virtual. Modelos vestem as camisas originais de 1980 e seguram malas vintage garimpadas no Bazar Paulista
Foto clicada para a nossa loja virtual. Modelos vestem as camisas originais de 1980 e seguram malas vintage garimpadas no Bazar Paulista
Aviamentos garimpados pela Ariane Asso no Bazar Paulista
Aviamentos garimpados pela Ariane Asso no Bazar Paulista

Este ano, Ariane decidiu, então, nos enviar o dito e-mail caído do céu. E aí, conversa vai, conversa vem, alinhamos tudo e, junto com as camisas, ela também nos enviou três malas e vários aviamentos vintage que encontrou durante sua imersão no estoque do Bazar. Com as malas estamos preparando uma surpresa para os nossos clientes, já os aviamentos usaremos para reformar roupas que precisem de novos botões.

Se antes, só olhando pras camisas de estilo oitentinha, já era impossível não desejar uma a uma, agora, sabendo de toda essa história por trás das peças, você TEM-QUE-TER um item pra chamar de seu, né não? Então corre pra nossa loja virtual e compre agora!

Compre consciente!

Confira os nossos garimpos na loja virtual e continue acompanhando a gente por aqui.

Meu nome é Cassia Guerra, e eu sou brechozeira!

A explosão 80 foi o clima e o ponto de partida do editorial que marca o início de uma nova fase para o Garimpário. O Ploc Bombers reúne alguns dos nossos garimpos mais especiais, originais da década e repletos de histórias e significados. Fazendo alusão ao chiclete Ploc Monsters, clássico “divertoso” lançado em 1987, exploramos de forma descontraída tudo de OVER que os eighties tem a oferecer!

Ficha Técnica do Editorial

Agradecimento especial à equipe musa & maravilhosa que fez parte disso tudo:

Fotógrafo: Guilherme Dimatos
Beleza: Vanessa Neto
Produção e Styling: Emanuele Lazzari e Kariene Gava Wendhausen
Modelos: Breno Corã, Bruna Silveira (Mega Model Sul) e Karine Padilha

Roupas: Garimpário
Sapatos: Melissa
Acessórios: Dice Store, Gruta e Rust Miner

Esperamos que vocês amem, e esperamos vê-los sempre por aqui!

Todos os garimpos estão disponíveis em nossa loja online. Clique aqui e garanta os seus! <3

Meu nome é Emanuele, e eu sou brechozeira!

Adicione brilho, muito brilho, mais brilho!

Lurex, lamê, glitter, paetê.

Cores vibrantes, cinturas altíssimas, calças e jaquetas oversized, bombers coloridas, máxi tricôs, meia calça + escarpin de bico fino, top cropped e jeans – muito jeans, tudo jeans!

Manda volumes! No cabelo, nas ombreiras, mangas bufantes, máxi acessórios. Os eighties estão oficialmente de volta, meu bem, e seria um crime não entrar nessa!

Na moda, a quantidade de referências e inspirações que a década tem para nos oferecer é infinita. Tudo de over que já aconteceu no mundo moderno se concentrou nela, então é possível beber um gole ou uma garrafa inteira de eighties, e incorporar elementos ao seu estilo na medida que você se sentir confortável. Porém, a minha dica é: a hora de ousar é agora, e a vida é muito curta para você não se jogar nessa oportunidade que 2017 nos deu!

O cinema também traz muitas inspirações, com filmes que viraram clássicos e são uma delícia de assistir. A moda, a música, o clima descontraído e low tech da época nos levam a uma gostosa viagem nostálgica para os tempos da infância ou da adolescência. São MUITOS os filmes icônicos, e eu selecionei alguns deles para você colocar na sua listinha para ver de novo – ou ver pela primeira vez – e colher muitas inspirações de estilo:

De Volta Para o Futuro (1985)

O adolescente Marty McFly é transportado para a década de 1950, quando a experiência do cientista Doc Brown dá errado. Por lá, Marty conhece versões jovens de seus pais e precisa fazer com que eles se apaixonem ou então ele deixará de existir.
O figurino é demais! Vale a pena tirar um tempinho no fim de semana pra ver a trilogia no Netflix.

Back To The Future Part II publicity stills.
Uploaded by: Porter, Ryan
Back To The Future Part II Rewind 3 Photo Credit Universal

Os Goonies (1985)

Um dos filmes mais icônicos da década, produzido por Steven Spielberg. Mostra a aventura de um grupo de jovens em busca do tesouro perdido de Willy Caolho.

Clube dos Cinco (1985)

Cinco adolescentes do ensino médio têm que passar o sábado no colégio e escrever uma redação contando o que pensam de si mesmos. O grupo reúne jovens com perfis completamente diferentes, que normalmente não se dão bem. Porém, no decorrer do dia, eles passam a se conhecer melhor e a aceitar suas diferenças, compartilhando seus maiores segredos.

Curtindo a Vida Adoidado (1986)

Clássico dos clássicos, o filme foi o papel da vida de Matthew Broderick, que interpreta Ferris Bueller: um adolescente que se finge de doente pra matar aula e passa o dia pela cidade com uma Ferrari, a namorada e o melhor amigo. Quem também quer a jaqueta da Sloane levanta a mão!

Dirty Dancing (1987)

O filme com uma das cenas mais icônicas do cinema, Dirty Dancing marcou a carreira de Patrick Swayze e Jennifer Grey, que deram vida ao casal cheio de ritmo Johnny e Baby. Baby estava decepcionada por ter que passar o verão com os pais em um resort na sonolenta Catskills, porém, sua a sorte muda quando o instrutor de dança do resort, Johnny, a coloca como sua nova parceira e os dois acabam se apaixonando.

Stranger Things (2016)

A série é atual, mas merece estar nessa lista pois foi uma verdadeira prova de amor aos anos 80. A trama conquistou o público de forma arrebatadora com uma imersão aos eighties, repleta referências à cultura pop da época, roupas, música e lifestyle. Foram dois sentimentos: a saudade nostálgica de quem viveu tudo aquilo, e o desejo de ter passado por essa experiência por quem nasceu depois.

Pra quem ainda não viu, a trama envolve o desaparecimento misterioso de um garoto na pequena cidade de Hawkins, Indiana, e faz seus amigos partirem por sua busca, encontrando no caminho uma estranha menina com poderes telecinéticos. Corre já pra ver no Netflix!

Schwinners and Losers: The cast of Netflix’s Stranger Things.

Ploc Bombers

O melhor lugar para encontrar peças originais ou com pegada 80’s, definitivamente, são os brechós. E foi por isso que partimos em busca de achados que representassem essa década tão espetacular. O resultado não poderia ser melhor: garimpamos muitas peças originais dos anos 80, únicas e tão diferentes que só de olhar pra elas me sentia em um desses filmes.

O resultado a gente mostra em três editoriais. O primeiro deles é o Ploc Bombers, em clima descontraído e bem colorido, que faz alusão a um dos clássicos lançamentos da década, o chiclete “divertoso” Ploc Monsters. Clique aqui e confira o editorial completo!

As fotos são do fotógrafo Guilherme Dimatos, com beleza de Vanessa Neto, produção e styling meus e da Kariene Gava Wendhausen, e com a participação especial dos modelos Breno Corã, Bruna Silveira (Mega Model Sul) e Karine Padilha.

Meu nome é Emanuele, e eu sou brechozeira!